O que é e como funciona o big data no RH?

4 minutos para ler

Você já parou para pensar na quantidade de informações que uma empresa recolhe e armazena ao longo de seus anos de atuação? Assim, usar big data no RH passou a ser o caminho para aproveitar esses dados a favor do desenvolvimento de uma organização.

Quer entender o que é big data e como o setor de Recursos Humanos pode aproveitar esse recurso para performar melhor? Continue a leitura e saiba mais!

O que é big data?

Chamamos de big data o grande volume de dados que é produzido em rede. Podemos falar tanto de uma rede de grandes proporções, como a internet, quanto de uma rede localizada, como a criada dentro de uma corporação.

Esses dados, quando são armazenados e manipulados corretamente, podem mostrar padrões e tendências. Para ser eficiente, o big data deve ter cinco características:

  • volume;
  • velocidade;
  • variedade;
  • veracidade;
  • valor.

Quais são suas aplicações no RH?

O RH recebe e armazena inúmeros dados diariamente. São informações sobre os colaboradores, como perfil, áreas de atuação, desempenho e comportamentos; sobre a empresa, como objetivos e orçamentos; e sobre o mercado, como talentos disponíveis, habilidades requeridas etc.

Usar o big data no RH vai permitir uma gestão mais estratégica desse volume de dados que, muitas vezes, acaba sendo ignorado e desperdiçado. Veja abaixo as aplicações possíveis.

Seleção de talentos

Atrair bons profissionais para a empresa é uma das maiores responsabilidades do RH. O big data pode ajudar a traçar perfis ideais de candidatos ao analisar as equipes de melhor performance da organização.

Ao mesmo tempo, os dados dos candidatos disponíveis em portais de vagas e bancos de talentos podem ser peneirados de forma otimizada pelos recrutadores, permitindo contratações mais acertadas.

Avaliação de desempenho

Um hábito comum do RH é a avaliação de desempenho dos colaboradores. Fazer isso usando big data é mais eficiente, pois abrange maior quantidade de informações relevantes para mensurar os resultados e entender o desenvolvimento das equipes.

Acompanhamento de indicadores

Conseguir estabelecer e acompanhar indicadores é mais uma aplicação dessa tecnologia. Os indicadores de performance são estratégicos para que o setor de Recursos Humanos tome decisões. Mas é preciso se basear em dados de real valor e em maior quantidade possível, além de saber manipulá-los corretamente. Entre os indicadores que podem ser acompanhados com auxílio de Big Data estão:

  • absenteísmo;
  • turnover;
  • produtividade;
  • tempo médio de empresa;
  • ROI de treinamentos.

Retenção de talentos

Montar iniciativas para aumentar a satisfação interna e fortalecer a cultura organizacional é fundamental para conseguir reter talentos.

Por meio de big data, o RH consegue observar melhor os padrões de comportamento e recolher opiniões dos colaboradores sobre a empresa, garantindo os recursos necessários para a criação de estratégias de engajamento e desenvolvimento de pessoas.

Quais os benefícios de usar big data no RH?

Usar os dados a favor do RH pode conduzir mudanças importantes e promover melhores resultados no cenário corporativo. Entre os principais benefícios de implementar Big Data na empresa, podemos citar:

  • atuação mais estratégica;
  • redução de custos;
  • maior produtividade nas equipes;
  • proteção dos dados;
  • identificação de falhas.

A administração de pessoas pode ganhar um novo fôlego com o uso de big data no RH. Afinal, vai possibilitar uma visão mais ampla sobre o que acontece na empresa e processos de tomada de decisão mais acertados.

Quer receber outros conteúdos como este em seu e-mail? Inscreva-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades do setor de RH!

Posts relacionados

Deixe um comentário