O que é o capital humano e por que ele deve ser um dos principais investimentos da empresa?

6 minutos para ler

As pessoas são um dos maiores bens de uma organização. Mesmo quando se tem uma quantidade enorme de recursos, os colaboradores são essenciais para um bom andamento de processos e para o desenvolvimento do negócio. É por isso que, neste post, vamos falar sobre o capital humano.

A empresa pode e deve investir em seus integrantes, de todos os níveis e cargos. Ao ficar atenta e se dedicar ao seu pessoal, ela cria condições favoráveis para o seu próprio desempenho. 

Mas no que exatamente consiste esse investimento? O que é esse tipo de capital e como isso pode ajudar você? Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto! 

O que é capital humano?

O capital humano está ligado aos atributos dos colaboradores que têm a ver com a empresa e suas atividades. Fazem parte dele, por exemplo, as habilidades e as competências dos colaboradores, incluindo especificidades de cada cargo. Assim, trata-se do valor que o conjunto de profissionais representa para o negócio.

Uma empresa tem capacidade de aumentar e encontrar as melhores maneiras de aproveitar o seu capital humano. Para isso, ela deve não apenas investir na capacitação de colaboradores, mas também desenvolver um olhar humanizado e se dedicar a questões como a satisfação, a carreira e a motivação dos profissionais.

Além disso, também se ligam a essa prática a comunicação, um bom ambiente de trabalho e o desenvolvimento adequado da liderança, entre outros pontos. A seguir, vamos explicar melhor os benefícios desse investimento.

Por que o capital humano é tão importante para a empresa?

Como podemos perceber pelo tópico anterior, o capital humano envolve aspectos de extrema relevância para uma empresa, tendo importante influência sobre seus resultados. Levando em conta que ele não está ligado apenas a questões técnicas, mas também a outros pontos imateriais, destacamos cinco dos benefícios de se investir adequadamente em sua gestão. Confira!

Clima organizacional favorecido

Uma boa gestão de capital humano envolve, entre outros fatores, a satisfação dos profissionais e um bom ambiente de trabalho, promovendo o respeito mútuo e a colaboração. Também é importante cuidar para impedir a pressão e o estresse excessivos, além de garantir boas condições físicas e ergonômicas.

Tudo isso favorece a saúde física e emocional, o bem-estar e a motivação dos colaboradores, reduzindo conflitos e intrigas. Assim, torna-se possível construir um clima organizacional agradável, propício a bons resultados e à produtividade.  

Desenvolvimento de competências

A capacitação de colaboradores é uma das partes importantes do investimento em capital humano em uma empresa. Com ela, os colaboradores podem desenvolver diversos tipos de habilidades e competências, que contribuem para o seu trabalho e crescimento profissional. 

Quando a empresa observa as necessidades do seu pessoal e oferece as capacitações certas, ela está investindo em seus próprios resultados e ainda favorecendo os envolvidos. Não se trata de pressionar ou exigir demais dos seus colaboradores, mas sim de auxiliá-los em seu desenvolvimento gradativamente.

Retenção de talentos

Investir em capital humano também beneficia a retenção de talentos e a redução de índices indesejáveis de turnover. Isso acontece porque os colaboradores tendem a se sentir mais satisfeitos com as boas condições que lhes são oferecidas, com o clima organizacional e com o ambiente de trabalho.

Faz parte do investimento oferecer os benefícios certos e contribuir para a carreira dos profissionais, o que também favorece seu engajamento. Além disso, com todas essas ações, a empresa mostra a seus colaboradores que eles são valorizados, fazendo com que se sintam reconhecidos. Tudo isso ajuda para ficarem motivados a permanecer na companhia.

Imagem positiva da empresa

Todos os impactos que mencionamos até aqui não se restringem ao interior da organização: eles também se refletem em seu exterior, gerando uma imagem mais positiva da companhia no mercado. Esse é um ponto favorável para o fortalecimento da marca, pois ajuda a empresa a se posicionar como um negócio humanizado e com bons valores.

Além disso, a atração de talentos é beneficiada, já que sua companhia será mais conhecida como um bom lugar para se trabalhar. Os próprios colaboradores ajudarão a divulgar essa imagem ao se mostrarem satisfeitos e engajados.

Cultura de aprendizado

Com os movimentos a favor do capital humano, a empresa se torna um ambiente com mais respeito e colaboração, como foi visto até aqui. Outro ponto relevante, porém, é o fortalecimento de uma cultura de aprendizado, na qual se percebe que se pode aprender uns com os outros, para além das capacitações. 

Todos os cargos, de todos os níveis hierárquicos, devem ser respeitados e valorizados, compreendendo-se que todos têm participação no andamento da companhia de alguma maneira. Fora isso, os próprios valores da cultura organizacional podem ser fortalecidos nesse investimento.

Como investir no capital humano?

Para finalizar, vamos a algumas dicas importantes para uma boa gestão de capital humano na sua empresa. São muitas as práticas que podem ser adotadas para isso, mas antes de qualquer coisa, lembramos da importância de se conhecer e valorizar habilidades, competências e atributos de cada colaborador. Todos têm potencialidades e reconhecê-las é um dos passos para criar um bom caminho de desenvolvimento.

É necessário conhecer o perfil de seus colaboradores, sabendo que pode haver distinções entre grupos e indivíduos. Identifique interesses, necessidades e estilos de vida, entre outros pontos que permitam tomar ações que combinem mais com essas pessoas. 

As práticas devem levar em conta esse tipo de fator, além de valores e outras questões da empresa. Planos de carreira, capacitações adequadas, benefícios certos, um bom desenvolvimento de liderança e cuidados com a satisfação são algumas atitudes que costumam fazer parte desse investimento.

Agora já deu para perceber melhor o quanto o capital humano tem relevância, não é mesmo? Valorize o que sua organização tem de mais importante: as pessoas! Assim, você valorizará o seu próprio negócio.

Esperamos que tenha gostado de saber mais sobre o que é capital humano e a importância de investir nele. Para ficar por dentro de novidades, não deixe de nos seguir nas redes sociais: estamos no Facebook e no LinkedIn!

Posts relacionados

Um comentário em “O que é o capital humano e por que ele deve ser um dos principais investimentos da empresa?

Deixe um comentário