Passo a passo de como fazer crachá para a empresa

4 minutos para ler

 A segurança da empresa é um dos pontos aos quais líderes e gestores precisam prestar mais atenção — o que é natural, visto que, em um ambiente inseguro, os colaboradores não são capazes de desempenhar seu papel de modo eficiente. Nesse contexto, saber como fazer crachá é de suma importância.

Isso porque, por meio da integração entre este documento e um sistema de ponto digital, uma companhia pode filtrar o acesso às suas dependências e áreas restritas, reduzindo assim as chances de que pessoas não autorizadas cheguem a elas.

A combinação de crachá e ponto digital também é extremamente útil para o monitoramento de indicadores relacionados a assiduidade dos colaboradores, o que o torna uma excelente ferramenta para a gestão do capital humano. Além disso, quando bem elaborado, ele pode beneficiar até mesmo a imagem da companhia!

Levando esses fatos em consideração, resolvemos preparar este conteúdo para ajudar você na elaboração desse tipo de documento. Continue a leitura e descubra o que levar em consideração na criação de crachás para a sua empresa!

Pense no logotipo da empresa

Uma vez que o crachá é um documento usado na identificação dos colaboradores de uma companhia, ele precisa refletir adequadamente a imagem da empresa. Esse cuidado é importante tanto para que o negócio transmita mais seriedade a seus clientes quanto para que os próprios colaboradores deem ao item o devido valor.

Por essa razão, é necessário que o documento seja desenvolvido levando em consideração o logo da empresa. O ideal é que, além de exibir bem o logo, o crachá seja elaborado em cores que estão relacionadas a ele.

Escolha o design mais adequado

Para garantir que apenas pessoas com a devida autorização tenham acesso a determinadas áreas, muitos crachás vêm com uma codificação que deve ser aproximada de mecanismos de controle e segurança, como catracas.

Caso a empresa faça uso desse tipo de dispositivo, o design do documento deve ser compatível com ele. O ideal é que o crachá possa ser aproximado do leitor, ou inserido no equipamento, apenas uma vez, sem que qualquer erro atrase o processo.

Solicite fotos de alta qualidade

Um dos objetivos mais importantes de um documento é servir como identificação, logo, uma pessoa que deseja saber como fazer crachá, deve ter o cuidado de solicitar que os colaboradores entreguem fotos de qualidade, nas proporções corretas para que a imagem não fique pequena, embaçada ou esticada.

Além disso, a foto precisa ser recente o bastante para que a pessoa no documento possa ser reconhecida.

Selecione as informações mais relevantes

Por fim, é importante que os responsáveis pela tarefa decidam quais informações devem ser incluídas no crachá. Além do nome do colaborador, que deve ser exposto na frente do documento, é possível que outras informações, como a área em que ele atua ou números de identificação, sejam acrescentadas no verso.

Obviamente, a quantidade de informações depende de fatores como o tamanho da fonte e as próprias dimensões do documento. O importante é que nenhum dado importante seja deixado de fora, ou acrescentado de uma maneira pouco legível, para que uma informação sem importância seja incluída.

Atualmente, os crachás estão diretamente conectados aos sistemas de ponto digital  e podem ser usados para ajudar o time de Recursos Humanos a verificar fatores como a entrada e a saída dos colaboradores na empresa.

Sistemas mais avançados de gestão de pessoas, como o da TIDEXA, já contam com funcionalidades altamente eficientes para a produção deste documento.

Agora que você sabe como fazer crachá, entre em contato conosco e descubra como a TIDEXA pode otimizar a gestão de pessoas em sua empresa!  

Posts relacionados

Deixe um comentário