Entenda as diferenças entre estágio e trainee e qual o melhor para a empresa

4 minutos para ler

Empresários e gestores, atentos às demandas do mercado, compreendem a necessidade de captar os melhores talentos para seu quadro de colaboradores. A grande questão é que, muitas vezes, os líderes acabam com dúvidas a respeito dos melhores meios de alcançar esse objetivo. Dentre essas dúvidas, optar entre um programa de estágio e trainee é uma das mais recorrentes.

Isso ocorre porque os dois modelos de seleção têm algumas semelhanças. Mas a verdade é que cada um deles é adequado para um tipo diferente de empresa. De modo que essa escolha precisa ser feita com o devido cuidado.

Por essa razão, preparamos este conteúdo com informações para você! Leia o artigo e descubra como optar entre um programa de estágio e trainee!

Programa de trainee

O programa de trainee pode ser descrito como um processo seletivo desenvolvido com a finalidade de captar profissionais e prepará-los para assumir cargos de destaque dentro de uma empresa.

Dadas as características desse processo seletivo, ele costuma ser mais exigente. Via de regra, os seus participantes precisam estar no último ano do curso superior, falar ao menos uma língua estrangeira e ter cursos de especialização.

Os candidatos selecionados no programa de trainee são acompanhados de perto pelos líderes atuais da empresa e passam por todos os seus setores, seguindo um modelo de job rotation.

É importante ressaltar que não existe uma regulamentação própria para trainees, de modo que eles são contratados segundo a CLT. Esse fato, somado aos demais investimentos da empresa no programa, tendem a torná-lo caro em comparação com o programa de estágio.

Programa de estagiário

Assim como o modelo de trainee, o programa de estágio é uma oportunidade para que as empresas recrutem talentos e os preparem para assumir uma posição em seu quadro de colaboradores. O que cria condições para que os colaboradores se alinhem desde cedo à cultura organizacional da companhia.

Durante o estágio, o jovem profissional também pode atuar em diversos setores da companhia, de modo que os gestores diretos podem avaliar em quais áreas ele é mais produtivo.

Mas, diferente dos trainees, os estágios contam com um conjunto de normas próprias para regulamentar suas atividades, a Lei nº. 11.788/2008. Lei esta que estabelece para os profissionais os seguintes direitos:

  • bolsa-auxílio de acordo com os valores pagos no mercado;
  • seguro obrigatório para a sua contratação (seguro estagiário);
  • vale-transporte, vale-refeição e férias depois de um ano inteiro de trabalho.

Apesar desses encargos, um programa de estágio ainda é mais barato do que um programa de trainee. As empresas que optarem por ele, porém, precisam considerar que a rotatividade de estagiários costuma ser alta. De modo que eles tendem a lidar com um grande número de colaboradores antes de contratar um profissional.

Os estagiários também costumam ser contratados ainda em seus primeiros anos de formação, o que significa que, muitas vezes, o estágio é a sua primeira atuação no mercado de trabalho.

A melhor opção para a sua empresa

Uma vez que cada empresa tem as suas particularidades, não existe uma resposta padrão indicando qual o melhor modelo de contratação. Para muitos negócios, conciliar programas de estágio e trainee pode ser uma opção interessante, visto que cada perfil de profissional pode ser integrado em uma posição diferente na organização.

Mas, considerando fatores como custos e complexidade, um programa de trainee costuma ser mais indicado para companhias de maior porte, que precisam agir de maneira mais estratégica e têm mais recursos para investir.

Já para as empresas que estão começando, ou que ainda não têm uma demanda tão alta por profissionais com o perfil de um trainee, um programa de estágio pode ser a melhor solução.

Em um mercado acirrado, as empresas precisam otimizar seus processos para manter sua relevância. Uma tarefa que é impossível sem o apoio de profissionais qualificados. Por essa razão, o investimento na aquisição e na retenção de talentos é tão importante e deve ser considerado uma prioridade.

Você ainda tem dúvidas a respeito dos programas de estágio e trainee? Sua empresa costuma contratar esses profissionais? Faça um comentário e compartilhe conosco seu ponto de vista sobre esse tema!  

Posts relacionados

Deixe um comentário