Como usar a metodologia disc para manter equipes engajadas

6 minutos para ler

O engajamento dos profissionais e equipes é um assunto bastante relevante para as organizações. Conquistá-lo pode garantir processos mais ágeis e precisos, além de clientes mais satisfeitos e leais ao empreendimento. Para tanto, uma ferramenta importante é a metodologia DISC.

Bastante comum na Psicologia e Gestão de RH, ela facilita a aquisição dos profissionais certos, assim como a formação de equipes complementares capazes de obter resultados fora da curva. Nos tópicos abaixo, respondemos a essa questão ao explicarmos o que é metodologia DISC, como utilizá-la no expediente e qual sua vantagem para o engajamento.

Continue conosco nesta leitura!

Afinal, o que é metodologia DISC?

Na hora de contratar um funcionário ou formar uma nova equipe, você precisa ter clareza sobre o seguinte: não basta considerar competências técnicas, também é preciso observar a questão comportamental. Isto é, o perfil do talento — e aí entra a metodologia DISC.

Trata-se de é uma ferramenta para analisar o perfil dos profissionais, avaliando seu grau de dominância, influência, estabilidade e cautela. Aliás, o nome DISC é o acrônimo desses quatro fatores (em inglês, dominance, influence, steadiness e conscientiousness).

Sendo assim, a metodologia DISC oferece uma visão profunda do profissional. Isso é bastante útil para contratar as pessoas certas, formar equipes com competências complementares, treinar soft skills e investir no aprimoramento contínuo dos talentos.

Caso esse aspecto comportamental não seja observado, a empresa pode ter uma série de problemas. Por exemplo, aumento do turnover de recém-contratados, gastar mais com campanhas motivacionais e ter que lidar com um clima organizacional indesejado.

Como utilizar a metodologia DISC para manter equipes engajadas?

Como explicado, DISC é uma ferramenta de análise de perfil comportamental. É possível entender mais claramente qual o perfil de cada profissional e como isso pode somar forças para o crescimento da empresa. Veja, adiante, como tirar proveito prático da metodologia.

Aplique o DISC para contratar gente talentosa

Em primeiro lugar, utilize a metodologia DISC para selecionar gente talentosa. Isso é importante porque profissionais de ponta aumentam o moral do time, geram motivação adicional e oferecem uma nova percepção dos problemas que estão sendo enfrentados.

Nesse caso, analise o perfil comportamental de cada candidato. Veja se existe fit cultural, isto é, um alinhamento entre o comportamento desse profissional e os valores básicos do empreendimento. Se sim, é um ótimo sinal e a contratação pode gerar engajamento.

Por outro lado, lembre-se de que candidatos com perfil pouco alinhado ao negócio podem promover uma série de problemas. Logo, não basta olhar para meramente competências técnicas (como formação acadêmica). É preciso ir muito mais fundo, analisar o comportamento.

Forme equipes com habilidades complementares

Outro ponto importante é utilizar o DISC para formar equipes com competências complementares. Por exemplo, profissionais com perfil analítico ao lado de outros do tipo executores. Assim, é possível gerar mais sinergia e aumentar o engajamento.

Nesse caso, o ideal é pensar na sua equipe como um quebra-cabeça. Tenha clareza quanto ao modelo de time que você quer formar, depois questione-se sobre quais “peças” são necessárias para isso. Quais comportamentos esses profissionais precisam ter e com qual intensidade?

Na medida em que sua equipe é bem arquitetada, o nível de engajamento é superior. Infelizmente, quando profissionais sem afinidade são reunidos, o máximo que você tem é um grupo e dificilmente seus resultados serão satisfatórios ou muito além do normal.

Utilize o DISC para selecionar programas de desenvolvimento

Por mais talentosos que sejam os colaboradores e times de trabalho, eles certamente não são perfeitos. Muitas competências comportamentais precisam ser criadas ou desenvolvidas, por isso o ideal é ter um programa de treinamento e desenvolvimento.

A questão é: o que, exatamente, deve ser desenvolvido? Se você explora uma competência errada, algo que não é demandado, pode estar apenas perdendo tempo e dinheiro. De novo, o uso da metodologia DISC é uma grande solução e gera mais engajamento.

Nesse caso, use o DISC para traçar o atual perfil da sua equipe e identificar “lacunas” que precisam ser corrigidas. Esses gaps entre o comportamento ideal e o existente devem ser o foco do programa de treinamento e desenvolvimento. Assim, todo o time é beneficiado.

Decida quem merece ficar ou sair da equipe de trabalho

Por fim, utilize a metodologia DISC para tomar decisões ligadas à transferência ou ao desligamento de alguns profissionais. Em geral, essas decisões são tomadas com base em dados técnicos sobre os colaboradores. Isso é um erro. É preciso ser mais profundo.

Então, analise o perfil comportamental da sua equipe e dos funcionários. Todos estão bem alinhados? Falam a mesma “língua”, em termos comportamentais? Se não, esse gap pode ou deve ser tratado com treinamentos? Algumas vezes, a melhor saída é o desligamento.

O mais importante é que, ao considerar o perfil comportamental para tomar decisões importantes, você envia uma mensagem clara para sua equipe: aqui, também valorizamos e observamos seu comportamento. Essa mensagem é poderosa e gera mais engajamento.

Qual o papel da tecnologia na aplicação do DISC?

Até agora, você sabe o que é metodologia DISC e como utilizá-la para manter equipes engajadas. Um ponto adicional e que merece atenção é o papel da tecnologia na aplicação do método DISC. Sem bons sistemas, tudo pode ficar mais confuso, oneroso e chato.

Por muito tempo, o DISC foi aplicado com papel e caneta. Os talentos precisavam responder a um questionário, então suas respostas eram tabeladas e analisadas, tendo por objetivo identificar o perfil de cada profissional. Isso demorava muitas horas.

Hoje, tudo pode ser feito por meio de tecnologias de ponta. Os talentos respondem a questionários online e suas respostas são analisadas por sistemas autônomos e relatórios são criados em poucos segundos. Assim, a aplicação do DISC torna-se muito mais fácil.

Veja, agora você está por dentro do assunto. Lembre-se sempre de que a metodologia DISC oferece uma série de vantagens à empresa, assim como às equipes de trabalho e talentos. O ideal é contar com a ajuda de uma boa tecnologia, de maneira que você ganhe tempo e precisão.

Gostou do nosso artigo? Está pronto para tirar proveito da metodologia DISC e aumentar o engajamento do seu time? Perfeito! Aproveite para compartilhar este post em suas redes sociais e deixar seus amigos por dentro dessas informações. Vamos lá!

Posts relacionados

Deixe um comentário