Saiba como ter proteção contra hackers em tempos de home office

4 minutos para ler

Em um momento como o que vivemos atualmente, em que os dados têm cada vez mais importância, é natural que as empresas precisem investir em medidas de proteção contra hackers.

A grande questão é que, em meio à pandemia e a implementação do home office, a elaboração de políticas de segurança se tornou mais complicada. O que é natural, visto que, atualmente, muitos colaboradores estão trabalhando de casa, o que impede um monitoramento mais profundo de suas ações.

Esse problema se torna ainda mais grave quando consideramos a Lei Geral de Proteção de Dados e as suas exigências de segurança para as empresas. Felizmente, algumas medidas simples podem facilitar esse processo!

Leia o artigo e descubra agora como proteger os dados sensíveis de sua empresa de hackers em tempos de home office!

Incentive os funcionários a manterem softwares atualizados

Uma vez que os colaboradores desempenham suas funções de casa, é natural que eles utilizem os próprios dispositivos. Mas, mesmo se os computadores ou notebooks, usados no home office, sejam oferecidos pela empresa, é importante que os colaboradores mantenham seus softwares atualizados.

Isso ocorre porque o objetivo de tais atualizações é justamente eliminar brechas de segurança que podem ser exploradas por indivíduos mal intencionados.

Portanto, é importante que os líderes diretos incentivem seus colaboradores a verificar possíveis atualizações de sistemas.

Ressalte a importância do antivírus

Os antivírus são softwares desenvolvidos para monitorar um computador em busca de atividades suspeitas de softwares. Por meio dessa tecnologia, programas espiões e até mesmo vírus com o potencial de corromper arquivos, podem ser identificados e eliminados.

É importante que os colaboradores compreendam essas características e que eles entendam que, usando o antivírus, eles de fato estão contribuindo para a proteção dos dados da empresa em que trabalham.

Crie protocolos

Por meio de um protocolo, o time de TI, em parceria com os especialistas de RH, pode criar uma série de informações para informar aos demais colaboradores da empresa a respeito das boas práticas de segurança de dados.

Dentre as orientações que podem ser fornecidas por meio desse tipo de protocolo de atuação, podemos citar as seguintes:

  • características de uma senha forte;
  • cuidados com a administração de senhas;
  • orientações a respeito de redes seguras.

O objetivo principal desses protocolos é a criação de meios de proteção contra hackers no home office. Por isso, é importante que cada ponto crítico seja devidamente abordado.

Além disso, as orientações devem ser feitas em uma linguagem acessível, para que mesmo os colaboradores menos acostumados à tecnologia sejam capazes de compreendê-la.

Faça uso de tecnologias como a VPN e a criptografia

A VPN (Virtual Private Network) pode ser descrita como uma rede privada de computadores que pode ser monitorada e controlada por seus administradores. Por meio dessa tecnologia, o time de TI da empresa pode monitorar as atividades dos colaboradores e bloquear determinadas ações, como o download de dados armazenados em nuvem.

Já a criptografia pode ser usada para codificar dados de uma maneira que apenas indivíduos com o devido acesso podem decifrá-los. Na prática isso significa que, mesmo em caso de vazamento, informações sensíveis tendem a continuar secretas.

Fazendo uso de tais ferramentas, os profissionais de TI podem levar a segurança de dados a um nível muito mais elevado.

Embora o home office acarrete uma série de vantagens, nesse momento em que as empresas e os colaboradores estão se adaptando a ele, é possível que erros ocorram. Por meio de um planejamento adequado, porém, problemas mais sérios, como falhas de segurança, podem ser evitados.

Agora que você entende como implementar medidas de proteção contra hackers no home office, assine nossa newsletter e acesse mais conteúdos de qualidade!  

Posts relacionados

Deixe um comentário