Os impactos da transformação digital no RH

4 minutos para ler

Desde a maneira como nos comunicamos até as diferentes formas de trabalho, podemos observar as mudanças que a tecnologia vem trazendo em diversos aspectos da nossa rotina. Essas alterações podem ser identificadas em todos os setores de uma organização, e podemos falar inclusive em uma transformação digital no RH.

Mas qual o impacto dessa transformação e como ela realmente afeta a sua corporação? Vamos explicar melhor neste post. Acompanhe!

O que é a transformação digital no RH?

Para que você entenda melhor o conceito, vamos começar explicando o que é transformação digital. 

Essa expressão faz referência a toda implementação tecnológica realizada na empresa com foco na melhoria das operações. Assim sendo, não se trata só da aquisição de novas máquinas ou soluções digitais, mas também inclui as mudanças promovidas em um setor para que os processos sejam atualizados.

Dentro do Recursos Humanos, a transformação digital promove, por exemplo, um uso mais inteligente do tempo por meio da automatização de tarefas repetitivas que antes ocupavam um período significativo da rotina dos colaboradores. Isso permite uma atuação de um RH mais estratégico, voltado para resultados.

Qual o impacto da transformação digital no RH das empresas?

Com essa nova abordagem, vários processos internos são afetados, com um alinhamento muito maior às necessidades atuais da empresa. Na sequência, confira as principais vantagens que essa transformação digital proporciona ao RH.

Gestão da informação

O uso de softwares possibilita a coleta e a comparação de um grande volume de dados. Por sua vez, eles podem ser usados para melhorar o desempenho e fazer com que a organização obtenha insights importantes. 

Isso ajuda a realizar uma gestão fundamentada em fatos concretos e com forte comprometimento com um planejamento prévio. Assim, as decisões não são mais baseadas em “achismos” e apresentam um índice de acerto muito maior.

Estabelecimento e acompanhamento de métricas

Novamente, como consequência do uso de ferramentas digitais, o RH consegue estabelecer métricas e acompanhar esses resultados, checando quais eventos precisam de ajustes e melhorando os processos internos até obter o melhor resultado possível. 

Podemos tomar como exemplos práticos a mensuração do clima organizacional, da produtividade de acordo com a satisfação dos colaboradores, dos resultados de um treinamento, entre outros.

Aumento da flexibilidade

Um dos impactos mais interessantes da transformação digital é a diminuição de barreiras físicas, como a distância. Hoje, um setor de RH consegue coordenar os dados dos colaboradores de diversas filiais da empresa, centralizando as informações e podendo acessá-las de qualquer lugar.

Melhora da produtividade

A tecnologia permite um grande aumento na produtividade, principalmente em tarefas que tomam um tempo precioso da equipe de RH, mas que não podem ser abandonadas. Como exemplos, podemos citar a confecção de folhas de pagamento ou a triagem de currículos durante uma seleção de talentos. 

Os serviços em nuvem são um grande trunfo para essa flexibilidade, na medida em que permitem que os dados sejam acessados de qualquer lugar, desde que haja login, senha e conexão com a internet.

Citamos aqui quatro aspectos principais da transformação digital no RH. Alguns outros podem ser observados na sua organização, de acordo com o ramo de atuação e o grau de automatização alcançado. Porém, é inegável que a aderência a essa transformação é necessária para manter a competitividade da empresa.

Quer saber mais sobre outros tópicos que podem melhorar sua gestão? Siga nossos perfis no Facebook e no LinkedIn e mantenha-se atualizado!

Posts relacionados